terça-feira, 5 de maio de 2009

Não.

Sim, tenho vontade de me jogar pela janela, mas nunca foi possível abri-la. Não, não sei o que gostaria que você me dissesse. Dorme, quem sabe, ou está tudo bem, ou mesmo esquece, esquece.



Não fui eu quem disse,
a culpa toda é de Caio.

Um comentário:

ele disse...

raparigo :~